Home  |  Quem Somos  |  Missão/Visão Lojas Associadas  |  Ofertas |  Notícias  |  Vídeos  |  CDVIP  |  Contato
Login:
Senha:

Vendas de materiais da construção voltam a crescer em julho, segundo Abramat
A Associação Brasileira da Indústria de Materiais de Construção (Abramat) divulgou no dia 15 de Agosto que houve um aumento de 3,7% nas vend... Leia mais.

Caixa reduz teto do crédito imobiliário para imóveis novos e usados
Desde o dia 17 de Agosto, passou a valer o novo teto dos financiamentos imobiliários da Caixa Econômica Federal, que foi reduzido de 90% par... Leia mais.

Unidades do Minha Casa Minha Vida terão sistema de produção de energia solar
O ministro das Cidades, Bruno Araújo, anunciou que as unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) terão sistemas fotovol... Leia mais.






Unidades do Minha Casa Minha Vida terão sistema de produção de energia solar


O ministro das Cidades, Bruno Araújo, anunciou que as unidades habitacionais do programa Minha Casa Minha Vida (MCMV) terão sistemas fotovoltaicos para produção de energia solar. A informação foi dada na última quinta-feira (10) durante evento na sede da Federação das Indústrias do Estado de São Paulo (Fiesp), em São Paulo.
A decisão foi tomada após a apresentação de um estudo de viabilidade e de modelos de negócios realizado pela Associação Brasileira de Energia Solar Fotovoltaica (Absolar) em parceria com Furnas e a própria Fiesp. “A proposta mostrada hoje possibilita avançarmos no Brasil na renovação de energia alternativa, utilizando um programa que tem diversas finalidades: numa ponta, a entrega de residências a quem não possui condições de obter se não for por meio de subsídio governamental, por outra ponta, gerar emprego e renda”, disse o ministro.

O estudo prevê que o sistema de energia solar seja custeado pelos beneficiários da Faixa 1 do MCMV. “O proprietário da residência adquire o sistema fotovoltaico junto com a unidade habitacional, com o valor embutido nas prestações que serão pagas pelo imóvel, possuindo o incentivo natural para manutenção e conservação do sistema”, comentou o vice-presidente do Conselho Superior da Construção (Consic), Manuel Rossitto.
De acordo com o presidente Executivo da Absolar, Rodrigo Sauaia, com um sistema de dois módulos fotovoltaicos e um microinversor será possível reduzir em até 70% os gastos com energia elétrica da população de baixa renda.
A previsão é que o sistema seja implantado ainda neste ano. “Na próxima semana, realizaremos a assinatura de uma Portaria para incorporar, já a partir deste ano, a energia solar fotovoltaica no Programa Minha Casa Minha Vida”, concluiu o ministro.